Média °C
a

MENU
  

NOTÍCIAS

14/07/2017

Segundo módulo do Programa Mulheres Cooperativistas aborda família e desenvolvimento interpessoal

Os desafios da família moderna e o papel da mulher foram alguns dos conteúdos abordados no segundo módulo do Programa Mulheres Cooperativistas, finalizado nos meses de junho e julho em quatro cooperativas do Estado: Auriverde, Cooperalfa, Sicoob Creditapiranga e Cooperitaipu. As participantes, mulheres cooperadas ou familiares de cooperados, discutiram questões em torno do tema “Desenvolvimento interpessoal e relacionamento familiar”.



O objetivo do módulo foi oferecer às mulheres conhecimento acerca de si mesmas, investigando e mostrando a influência dos modelos familiares no modo de lidar com as pessoas e nas famílias que constituíram. Discutir as principais dificuldades vividas pelas famílias e as possíveis saídas para se viver melhor.



Susana Cataneo Bett, 30, encontrou nesse módulo uma oportunidade para compartilhar experiências de vida. Segundo ela, que participa do programa na Auriverde, a psicóloga que ministrou o módulo deu abertura para que as mulheres pudessem falar sobre algumas questões. “Eu me surpreendi. Foi uma experiência única e inesquecível. Foram algumas palavras que marcaram muito e coisas simples que fazemos e não nos damos conta. Discutimos algumas mudanças que a família sofreu desde que eu era adolescente”, conta.



Cooperada da Auriverde há um mês, Susana entrou no programa porque o sogro é cooperado. Em pouco tempo, foi convidada para ser líder da cooperativa em Lauro Müller e diz que está adorando a capacitação. “O programa está sendo muito importante para mim, como mulher. Estou mudando algumas coisas no meu jeito de ser, de olhar as coisas. O que mais me marcou até agora foi o conceito de líder. Que ele não pode ser autoritário, mas deve trabalhar junto com a sua equipe. Estou aprendendo muito”, complementa.




Fonte: Assessoria de Comunicação Interna OCESC e SESCOOP/SC


..