Média °C
a

MENU
  

NOTÍCIAS

22/03/2018

Gestores do Sistema OCB conhecem o cooperativismo catarinense em visita ao Sistema OCESC

Uma delegação de 20 gestores do Sistema OCB (OCB – SESCOOP – CNCOOP) visitou, na manhã desta quinta-feira, 22, a sede do Sistema OCESC, em Florianópolis. Liderados pelo Superintendente da unidade nacional, Renato Nobile, os gestores de diferentes áreas das três entidades conheceram o trabalho da OCESC (Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina) e do SESCOOP/SC (Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo de Santa Catarina), além dos dados relacionados às cooperativas do Estado.



Para Nobile, a visita foi fundamental para que os gestores pudessem entender as particularidades do Sistema em Santa Catarina. “Identificamos aqui grandes práticas exercidas pelo Estado que nós podemos irradiar, divulgar e disseminar com outros Estados. O cooperativismo de Santa Catarina tem a pujança das cooperativas, no seu alto nível de profissionalização da gestão e das suas governanças. Isso faz com que a unidade estadual também tenha que ter esse nível para o adequado atendimento às cooperativas. Nós acompanhamos e sabemos que o cooperativismo catarinense é uma referência não só no Brasil, mas no mundo afora”, complementa.



O Superintendente do Sistema OCESC, Neivo Luiz Panho, recepcionou os visitantes, juntamente com gestores das áreas da unidade estadual, e reforçou a importância do trabalho desenvolvido a nível nacional: “Nosso trabalho no Estado é fortalecido pelo incessante trabalho realizado pelo Sistema OCB, sempre defendendo os interesses das cooperativas catarinenses. Ficamos muito gratos com esta importante visita e com a troca de experiências e informações”.



A delegação, acompanhada do Gerente de Cooperativismo da OCESC, Paulo Von Dokonal, visita ainda, nesta quinta e sexta-feira, cooperativas dos ramos agropecuário, consumo, crédito e transporte. “A expectativa é grande, assim como o aprendizado e a integração. Oportunidade única de conhecermos a fundo as cooperativas singulares, que não fazem parte do nosso dia a dia enquanto unidade nacional. Será uma experiência riquíssima. Os gestores voltarão às suas áreas com energia renovada”, finaliza Nobile.




Fonte: Assessoria de Comunicação Interna Sistema OCESC


..