Média °C
a

MENU
  

NOTÍCIAS

17/10/2019

Liderança feminina contribui na excelência do sistema cooperativista de SC

A força da participação feminina no sistema cooperativo de Santa Catarina marca presença do 16° Encontro Estadual de Mulheres Cooperativistas, nesta quinta e sexta-feira (17 e 18), em Florianópolis. O evento é promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (SESCOOP/SC) e reúne mais de 550 participantes, entre lideranças, cooperadas, esposas de cooperados e empregadas de cooperativas, além de dirigentes e lideranças de 13 cooperativas.



“Santa Catarina é o Estado mais cooperativista do Brasil, pois quase metade da população catarinense está associada a um dos ramos do cooperativismo. Atualmente, mais de 900 mil mulheres têm vínculo com o sistema cooperativista e nossa intenção é dobrarmos esse número e fortalecermos cada vez mais essa participação”, enalteceu o presidente do SESCOOP/SC, Luiz Vicente Suzin, ao desafiar cada participante do evento a convidar mais uma mulher para o sistema cooperativista.



Suzin também fez o registro pela passagem do Dia Internacional das Cooperativas de Crédito, celebrado no dia 17 de outubro. "As cooperativas de crédito estão se consolidando em Santa Catarina e têm apresentado expansão no número de associados”, complementou.



Para a técnica de apoio da Gerência de Desenvolvimento e Gestão da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Alessandra Dantas Sobrinho de Caldas, o evento é importante por mostrar a força e o engajamento, além de encorajar as mulheres. “Mostramos que podemos crescer e ser representativas no sistema cooperativista, porque as mulheres, juntamente com os homens, são essenciais para o cooperativismo, um modelo que só cresce”, comentou ao destacar a atuação exemplar das mulheres catarinenses em programas nacionais de formação de lideranças.



A integrante do Conselho de Administração do SESCOOP/SC, Elizeth Alves Pelegrini, enfatizou que as mulheres estão fazendo a diferença por meio de atitudes e a aproveitando as oportunidades. “Não falamos em empoderamento, porque elas já nascem empoderadas, mas sim de colocar esse poder em prol da atuação social. Esse evento, realizado há 16 anos, começou tímido, porém, com o passar dos anos, amaduremos e trouxemos a cada uma a responsabilidade de realmente atuarmos como líderes. Essa liderança pujante devemos levar para nossos lares, com competência e proatividade. Muitas vezes, esperamos pelas oportunidades, porém o que precisamos é identificá-las, pois a liderança feminina faz com que o sistema cooperativista catarinense seja referência. As mulheres fazem parte do sucesso do cooperativismo catarinense”, finalizou.



O evento está na sua segunda edição em formato de rodízio. Participam neste ano as cooperativas: Auriverde, Cejama, Ceprag, Cergapa, Cooper, Cooper A1, Coopera, Cooperjuriti, Coopersulca, Copérdia, Cravil, Sicoob Crediaraucária e Sicoob Credija.



PROGRAMAÇÃO



Com o tema “Felicidade, bem-estar & qualidade de vida”, a programação desta quinta-feira (17) contemplou solenidade de abertura com o pronunciamento de lideranças. Na sequência ocorreu a palestra “Engajamento e empoderamento – a alma do cooperativismo”, com Maria Flávia Bastos.



Ainda entre os temas estiveram “Saúde e qualidade de vida” com Floriana Bertini e “Felicidade e bem-estar” com Benedito Nunes Rosa.



Nesta sexta-feira (18), as temáticas serão: “Propósito, performance e felicidade”, com Aline Castro, e “A arte de encartar-se e encantar as pessoas”, com Laine Valgas e Affonso Kulevicz.




Fonte: Assessoria de Imprensa


..