Média °C
a

MENU
  

NOTÍCIAS

06/03/2020

SESCOOP/SC realizou primeira etapa de Formação dos Coordenadores do Cooperjovem em 2020

“O que esperamos da formação é levar algo daqui que possamos implantar nas escolas. Esses encontros são importantes para alinharmos o nosso pensamento com o trabalho do SESCOOP/SC”. A opinião de Elisabete Biz dos Santos, Coordenadora do Cooperjovem na Cooperja, reflete a importância da Formação de Coordenadores do Programa, realizada pelo SESCOOP/SC (Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado de Santa Catarina). A formação, que contou com 27 coordenadores das 24 cooperativas participantes, aconteceu na terça e quarta-feira, 03 e 04. 



O Cooperjovem atende 93 escolas e cerca de 32 mil alunos no Estado. Esta é a primeira etapa da formação, que visa construir melhorias e pensar em ações concretas que serão aplicadas junto às escolas em 2020. Na segunda etapa, que acontecerá em setembro, serão discutidos métodos e objetivos para 2021.



O primeiro dia do curso teve como propósito definir objetivos estratégicos e comum às cooperativas e trabalhar o fortalecimento, a divulgação e o desenvolvimento do Cooperjovem. No segundo dia, trabalhou-se com a questão do relacionamento interpessoal, comunicação, diálogos colaborativos, metodologias e ferramentas que visem contribuir e auxiliar o trabalho que os coordenadores fazem nas escolas com os professores, alunos e parceiros.



João Fischembruder, vice-presidente e coordenador do Cooperjovem no Sicoob Crediaraucária, destaca que a formação é importante para compartilhar experiências e que percebe uma mudança significativa nas escolas. “O comportamento mudou, as notas melhoraram, a efetividade do conhecimento melhorou bastante. Então, é um processo em construção, porque a escola é movimento, é vida”. A cooperativa atende quatro escolas e participa do Cooperjovem há cinco anos.



A Cooperja também é veterana no Programa: participa há nove anos e atende três escolas. Para Elisabete, cada vez mais as escolas entendem e compartilham os valores do cooperativismo entre os alunos. “Podemos levar cooperação para esse mundo que a gente vê que é tão competitivo. Mostrar que cada um pode se ajudar para chegar lá”, afirmou. 



Sobre o Cooperjovem 



Desenvolvido pela área de Promoção Social do SESCOOP/SC, o Cooperjovem tem o objetivo de disseminar a cultura da cooperação baseado nos princípios e valores do cooperativismo nas escolas catarinenses. Para isso, trabalha em parceria com cooperativas, que levam o cooperativismo para 93 escolas públicas de Santa Catarina. Em 2019, o Programa beneficiou 700 professores e cerca de 32 mil alunos da educação infantil e ensino fundamental de 58 municípios do Estado. 




Fonte: Assessoria de Comunicação Interna Sistema OCESC


..