Média °C
a

MENU
  

NOTÍCIAS

18/09/2018

SESCOOP/SC comemora 19 anos de grandes conquistas e luta pela sustentabilidade do Sistema S

Promover o desenvolvimento do cooperativismo de forma integrada e sustentável por meio da formação profissional, promoção social e do monitoramento das cooperativas, respeitando sua diversidade, contribuindo para sua competitividade e melhorando a qualidade de vida dos cooperados, empregados e familiares. Essa é a missão do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do Estado de Santa Catarina (SESCOOP/SC) que comemora 19 anos nesta segunda-feira (17), contabilizando inúmeras conquistas.



Entre as ações ao longo destas quase duas décadas destacam-se o expressivo aumento da participação da mulher no quadro social das cooperativas que hoje contabiliza 909.549 cooperadas (40% dos associados são pessoas do sexo feminino). Além disso, cresceu também da participação dos jovens de até 25 anos no quadro social que hoje representam 15,2% dos associados às cooperativas catarinenses (348.783 jovens). Esses resultados estão fortemente vinculados aos programas desenvolvidos pela entidade como Cooperjovem, Programa Jovens Lideranças Cooperativistas (JovemCoop), Mulheres Cooperativistas, Jovem Aprendiz, e demais ações que incentivam e capacitam esses públicos para que estejam inseridos no cooperativismo. 



Outras atividades incluem formação e capacitação profissional, promoção social, monitoramento e desenvolvimento de cooperativas, ações centralizadas, ações delegadas, auxílio educação, Programa De Desenvolvimento da Gestão de Cooperativas (PDGC), Formação para Conselheiros Administrativos e Fiscais para Cooperativas De Crédito (FORMACRED), monitoramento e auditoria em pequenas cooperativas.



Somente em 2017, o Sescoop/SC investiu R$ 29,1 milhões de reais para ações de formação profissional, promoção social e outras atividades, num total de 2.443 eventos e programas, que atenderam 163,5 mil pessoas – entre associados, empregados, dirigentes de cooperativas, estudantes etc.



Caracterizada como entidade civil de direito privado, sem fins lucrativos, o SESCOOP/SC foi constituído sob o estatuto do Serviço Nacional Autônomo. É integrante do Sistema Cooperativista Nacional e suas responsabilidades sociais evidenciam-se na ênfase conferida às atividades capazes de produzir efeitos socioeconômicos condizentes com os objetivos do Sistema Cooperativista.



Ao mencionar a importância da entidade, o presidente Luiz Vicente Suzin, condena o projeto de lei nº 10.372/2018 que tramita na Câmara dos Deputados propondo a retirada de 25% dos recursos do Sistema S para destinar ao Fundo Nacional de Segurança Pública. “A medida trava o desenvolvimento econômico e social ao privar a sociedade de ações que possibilitam construir um País mais equilibrado, justo e sustentável”.



O Sistema S também é composto pelo Sesc, Senac, Sesi, Senai, Sest, Senat, Senar e Sebrae. O custeio das entidades é feito por contribuições sociais de empresários de vários segmentos da economia que buscam fortalecer o empreendedorismo e as cooperativas. “Custear a segurança pública é um dever do Estado que possui capital oriundo dos impostos. Comemoramos 19 anos de uma história de sucesso e queremos continuar trabalhando para fortalecer nossa visão de futuro que é obter reconhecimento pela excelência em formação profissional cooperativista, promover a sustentabilidade e a autogestão das cooperativas e ser indutor da qualidade de vida e bem-estar social de cooperados, empregados e familiares”, finaliza Suzin.




Fonte: Assessoria de Imprensa


..